quarta-feira, 13 de abril de 2011

Turbilhão

Hehehehe, oi pessoas (quem vê pensa que isso aqui ta bombando né... huahauhauhauha)
Mas a verdade é que pouco me importo se bomba ou não, mas me importo sim com a felicidade que estou sentindo em retomar esse velho habito de transformar "pensamentos em palavras".
Essa madrugada surgiu um turbilhão tão grande de pensamentos e sensações estranhas, confusas entre outras. Por isso o nome do post ser Turbilhão...
Nessa história toda de turbilhão, me veio aquele famoso conceito popular que diz "memória de peixinho dourado", dizem que os peixinhos dourados perdem a memória a cada 2 segundos, e fui buscar maiores informações. No meio de tanta bobagem, a maioria confirma que os peixes dourados possuem sim uma memória curta que vai de “05 segundos a 3 minutos" e isso vem bem a calhar com o que pretendia postar aqui hoje.
Engraçado como as pessoas julgam esse dito, quando falam dos outros, mas ninguém até hoje parou pra pensar nessa possibilidade quando se trata de falar de si mesmo né!
Como que nós pobres mortais não nos damos conta de que fazemos promessas, criamos ilusões e expectativas em outros mortais com o mesmo significado da memória do peixinho dourado.
Quantos "eu jamais vou te esquecer" "amigos para sempre" "eu te amo eternamente" "juntos pra toda vida" "é em você que me abrigo" dentre tantos outros clichês, EU e todos nós jogamos diariamente sem se dar conta ou não que estamos baseando isso em cima do conceito de memória de peixinho dourado?
Não da pra saber efetivamente né... Mas aposto que pelo menos 3 ou 4 vezes que você tenha feito isso, você se lembrou nesse momento, confesso que lembrei de muito mais do que isso, e aposto também que lembrou principalmente das vezes que você ouviu isso.
Felizmente ou Infelizmente isso faz parte da nossa cultura, aonde os desejos e devaneios do momento vão muito mais alem de onde os pés realmente vão...
É muito lindo fazer planos, principalmente quando se envolve outra pessoa, mas você já parou pra pensar o que você pode despertar no outro quando faz esse tipo de planos? Ou melhor, já parou pra pensar no que você pode causar no outro quando da mesma maneira que você criou tudo aquilo você simplesmente desiste por qual motivo que seja?
NÃOOOO, você nunca parou pra pensar nisso quando VOCÊ estava fazendo os planos, mas sim quando você foi "vitima" desse tipo de "planejamentos"
Engraçado, mas me peguei pensando nisso não só por ser vitima, mas por ter feito varias vitimas desse tipo de acontecimentos.
E por que não começar aos poucos diminuir a quantidade de “planos” quanto ao outro? Muitos irão falar, ah, mas isso é ser frio demais, mas a realidade é totalmente fria, porem nos faz evoluir como seres humanos e nos faz machucar menos pessoas e criar bons laços.
Bjus
THS

2 comentários:

  1. eu achei esse blog legal. ele nao so fala da amizade que ele sente mais sim se justificando em varias formas. e nada como esse texto mostra que uma pessoa possa se expressa de varias maneiro de seu pensamento.
    oque ele leva a serio oque diz.
    e na sua expiracao de expressa. parabens pelo blog.e o modo de pensa

    ResponderExcluir
  2. Gostei viu Thiico
    Abraços
    Cris

    ResponderExcluir